Meirelles admite sair do PSD para disputar presidência pelo MDB

Apesar de possuir apenas 2% das intenções de voto, quer apresentar programa de reformas que estão sendo conduzidas (foto: reprodução/internet)

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, admitiu que poderá sair do PSD para ser candidato à Presidência da República. O destino preferido, até agora, é o MDB. Dono de apenas 2% das intenções de votos, Meirelles disse, porém, que tem conversado “com vários partidos” e feito pesquisas qualitativas para medir o seu potencial de crescimento.

Meirelles afirmou que primeiramente precisará decidir se será candidato ou não pelo MDB ou outro partido. O ministro considera óbvia a vantagem do MDB em ter grande tempo de TV e acredita que fechará acordo com o presidente Michel Temer, em torno da chance de representar o programa de reformas no pleito de outubo, mesmo com a possibilidade remota de disputa pela reeleição.

“A questão que estamos discutindo é qual será o meu partido. Kassab vai se posicionar em relação a fatos concretos: ter um candidato a presidente da República ou ter candidato a vice-governador de São Paulo. No caso, ele próprio”, afirmou Meirelles ao jornal Estadão.

A referência ao ministro de Ciência, Tecnologia e Comunicações, Gilberto Kassab, não foi à toa. Chefe do PSD, Kassab negocia para ele a vaga de vice na provável chapa a ser liderada pelo prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), ao governo paulista. Em troca, o PSD está disposto a apoiar a candidatura do governador tucano Geraldo Alckmin ao Palácio do Planalto, mesmo tendo Meirelles como presidenciável. (Com informações do Estadão)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here