MPF oferece denúncia contra José Melo e pede condenação de 3 a 8 anos ao ex-governador

O MPF/AM pediu condenação entre três a oito anos aos envolvidos no esquema de fraudes nos contratos de serviços de Saúde que desviou milhões de reais dos cofres públicos do Amazonas (fotos: reprodução/internet)

O Ministério Público Federal no Amazonas apresentou denúncias contra o ex-governador cassado, José Melo, sua esposa e ex-primeira-dama Edilene Oliveira e os ex-secretários de governo Evando Melo (Sead), Afonso Lobo (Sefaz), Raul Zaidan (Casa Civil), Pedro Elias (Susam) e Wilson Alecrim (Susam) na manhã desta terça-feira (6).

O MPF/AM pediu condenação entre três a oito anos aos envolvidos no esquema de fraudes nos contratos de serviços de Saúde que desviou milhões de reais dos cofres públicos do Amazonas.

O documento do MPF que explica como funcionava o núcleo político do grupo criminoso possui 162 páginas. De acordo com o procurador responsável pelo processo, Alexandre Jabur, o dinheiro era desviado dos contratos para a prestação de saúde e voltava para Mouhamad Moustafa, apontado como líder da organização. Ainda segunda Jabur, os gestores denunciados eram diretamente beneficiados com distribuição de propina e outras vantagens.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here