Já altertamos sobre a diminuição pela metade do número de botos-cor-de-rosa da Amazônia. De acordo com a União Internacional pela Conservação da Natureza, estes animais voltaram a ser incluídos na lista vermelha de espécies em risco de extinção, após 10 anos longe dessa estatística.

A listagem, publicada em novembro de 2018, é considerada uma das mais detalhadas do mundo sobre o estado de conservação de espécies. Após ter sido inserido no documento, o boto-cor-de-rosa fica a dois passos de ser classificado como extinto.

Antes da nova classificação, a situação dos botos era considerada sem dados suficientes, conforme reportagem de maio de 2018 publicada pelo jornal O Globo. Estudos realizados pelo Laboratório de Mamíferos Aquáticos do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC) foram usados para catalogar a situação de risco vivida pela espécie atualmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.