Brasileira cai e fica em último na final da patinação dos Jogos de Inverno

Aos 22 anos, a jovem foi a 12ª atleta a se apresentar e mesmo não conseguindo um resultado notório, fez história ao não só se tornar a primeira brasileira a disputar uma final olímpica no gelo, mas também a primeira atleta representando um país sul-americano a conseguir o feito. Nascida nos Estados Unidos, Isadora representa o Brasil em torneios oficiais desde 2010. Em 2014, disputou sua primeira Olímpiada de Inverno, em Sochi, na Rússia, onde nem sequer se classificou para a decisão da patinação artística individual. Nesta quinta-feira, ela mostrou sua identificação com o Brasil ao se aquecer ao sim de Vai Malandra, hit da cantora Anitta, no programa curto. Resta saber se PyeongChang será a última Olimpíada de Inverno de Isadora Williams ou se atleta seguirá atuando profissionalmente. Nos Jogos de Pequim, em 2022, ela terá 26 anos, e a necessidade de ter que dividir suas obrigações relacionadas ao esporte com os estudos pode ser um fator a pesar em sua decisão (foto: reprodução/internet)

O sonho de Isadora Williams, a primeira atleta brasileira a disputar uma final de Olimpíadas de Inverno, terminou em frustração na madrugada desta sexta-feira, nos Jogos de PyeongChang, na Coreia da Sul. A atleta de 22 anos, nascida nos Estados Unidos e filha de mãe brasileira, demonstrou nervosismo, caiu durante sua apresentação, e terminou a final da patinação artística individual na última colocação entre as 24 concorrentes. Ela somou 88,44 no programa longo e 144,18 pontos no total.

Diante de uma arena lotada, Isadora Williams sofreu uma queda após as primeiras coreografias e pareceu sentir a pressão. A jovem atleta ainda pecou em alguns quesitos ao som da música Nyah, do filme Missão Impossível 2, saindo da pista demonstrando tristeza e insatisfação com seu desempenho.

Aos 22 anos, a jovem foi a 12ª atleta a se apresentar e mesmo não conseguindo um resultado notório, fez história ao não só se tornar a primeira brasileira a disputar uma final olímpica no gelo, mas também a primeira atleta representando um país sul-americano a conseguir o feito.

Nascida nos Estados Unidos, Isadora representa o Brasil em torneios oficiais desde 2010. Em 2014, disputou sua primeira Olímpiada de Inverno, em Sochi, na Rússia, onde nem sequer se classificou para a decisão da patinação artística individual. Nesta quinta-feira, ela mostrou sua identificação com o Brasil ao se aquecer ao sim de  Vai Malandra, hit da cantora Anitta, no programa curto.

Resta saber se PyeongChang será a última Olimpíada de Inverno de Isadora Williams ou se atleta seguirá atuando profissionalmente. Nos Jogos de Pequim, em 2022, ela terá 26 anos, e a necessidade de ter que dividir suas obrigações relacionadas ao esporte com os estudos pode ser um fator a pesar em sua decisão.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.