Alguns detalhes chamaram a atenção no processo que resultou na cassação de José Melo e Henrique Oliveira:

  •  No primeiro julgamento, a cassação ocorreu em um placar de 5 x 1. Após o recursos de Embargos do governador e do vice, a situação deles CONSEGUIU ficar pior do que já estava, pois o placar aumentou para 6 x 0. Estratégia infeliz.
  •  Várias ações com outras acusações gravíssimas ainda aguardam julgamento, em especial as que tem como relator o corregedor Mauro Bessa. Em uma delas, há seríssima denúncia de uso de Policiais Militares para o esquema de compra de votos a favor de José Melo e Henrique Oliveira. Devem ser julgadas ainda no primeiro semestre.
  • O programa Fantástico acompanhou de perto todos os momentos do julgamento e deve lançar no próximo domingo uma matéria bombástica, em continuação a cobertura já feita, em especial sobre Nair Blair, considerada no processo como a “operadora do esquema”.
  • Uma personagem foi decisiva para a cassação de José Melo. Considerada em todo o estado como um MITO da Justiça no Amazonas, a juíza federal Jaiza Fraxe impactou a corte eleitoral com sua passagem em dezembro e janeiro, onde demonstrou uma coragem sem igual ao ESCANCARAR as provas de compras de votos e defender a necessidade de aplicar a lei sem “flexibilizar para ninguém”. Suas palavras ficarão para a história, haja vista que convenceram a todos da importância de cassar (pela primeira vez) o governador no Amazonas por compra descarada de votos  com dinheiro público e fraude em licitação para arranjar os recursos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.