Juíza Rebeca de Mendonça Lima é escolhida como coordenadora estadual da Abraminj

Associação Brasileira de Magistrados da Infância e da Juventude congrega mais de 900 magistrados em todo o País

0
(foto: divulgação/TJAM)

A juíza Rebeca de Mendonça Lima, titular do Juizado da Infância e da Juventude Cível do Tribunal de Justiça do Amazonas, foi escolhida para assumir a coordenação da Associação Brasileira de Magistrados da Infância e da Juventude (Abraminj) no Estado. Fundada em 1968, a entidade reúne mais de 900 magistrados da área infantojuvenil de todo o Brasil para a defesa dos direitos constitucionais das crianças e dos adolescentes, bem como para a efetiva implantação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

“Recebi com muita alegria o convite do desembargador José Antônio Daltoé, presidente da Abraminj e um nome de expressão para todos nós que trabalhamos na área da infância”, afirmou a juíza Rebeca de Mendonça Lima. A magistrada falou sobre os planos à frente da coordenação no Amazonas. “Pretendo, inicialmente, divulgar a Abraminj no âmbito do Estado, para fortalecer a associação, que atua na área especializada, arregimentando mais associados. Pretendo, também, divulgar e incentivar as boas práticas voltadas à Infância e à Juventude executadas pelos magistrados do nosso Tribunal de Justiça, pois aqui há colegas que fazem um excelente trabalho perante os jurisdicionados infantojuvenis, inclusive com projetos exitosos e que repercutem nacionalmente”, declarou a magistrada.

Para Rebeca de Mendonça Lima, sensibilizar os colegas magistrados sobre a importância de um olhar com mais atenção para a matéria, sobretudo para a Primeira Infância, contribui para melhor prestação jurisdicional de forma ampla. “Além disso, fomentar discussões; reuniões; trocas de ideias; divulgar decisões; palestras e viabilizar capacitações importantes para nosso melhor desempenho profissional”, destacou a juíza coordenadora.

Abraminj

A Abramij tem a missão de apoiar magistrados da Infância e da Juventude de todo o País, a fim de fortalecer a atuação e possibilitar o compartilhamento de discussões e experiências que venham contribuir com os trabalhos desenvolvidos na área da Infância e da Juventude.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.