Por unanimidade de votos, os conselheiros Mario Manoel Coelho de Mello, de 60 anos, e Antônio Julio Bernardo Cabral, de 65 anos, foram eleitos, na manhã desta terça-feira (15), durante sessão extraordinária, para administrar o Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) nos próximos dois anos (biênio 2020-2021).

Na mesma sessão, o colegiado elegeu o conselheiro Júlio Pinheiro para a Corregedoria-Geral do TCE e o conselheiro Érico Desterro para a Ouvidoria. A conselheira Yara Lins dos Santos — que deixa a presidência no dia 16 de dezembro — foi eleita também para coordenar a Escola de Contas Públicas do TCE nos próximos 2 anos, no lugar do conselheiro Ari Moutinho Júnior. A posse do novo presidente e vice-presidente do TCE-AM, respectivamente, acontecerá no dia 16 de dezembro, no Teatro Amazonas.

Após a votação direta, os conselheiros, os auditores e o procurador-geral do MPC, João Barroso, desejaram uma boa gestão ao novo presidente.

“Parabéns pela eleição, conselheiro Mario. Com a proteção de Deus, certamente vossa excelência fará uma ótima gestão. Não temos dúvida de sua capacidade para conduzir este Tribunal e avançar cada vez mais”, afirmou a conselheira-presidente Yara Lins dos Santos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.