Tom Jobim é o homenageado em show apresentado por Humberto Amorim, no Belle Époque, sábado

0

Quando ele abria seu piano, o mundo se tornava mais harmônico, melódico e poético, já falava o jornalista Ruy Castro sobre o genial compositor carioca Tom Jobim. E será Tom o homenageado do show que Humberto Amorim apresenta neste sábado, dia 11 de fevereiro, a partir das 21h, no bistrô Belle Époque (shopping Ponta Negra).

Humberto lembra que o compositor faria aniversário de 90 anos em 25 de janeiro, sendo o único a gravar, cantar e tocar com Frank Sinatra. “O maior ícone da música brasileira no exterior merece toda nossa reverência, e faremos isso num show com alguns de seus clássicos, como “Wave”, “Meditation”, “How Insensitive”, Quiet Nights and Quiets Stars (Corcovado)” e “Água de Beber”, fala o artista.

O público terá um show do cancioneiro universal à altura dos de Gershwin e Cole Porter, para celebrar o grande maestro, que tem algumas canções entre as mais interpretadas da história. Tom Jobim não apenas criou a trilha sonora da bossa nova, como também compôs obras como “Brasília – Sinfonia da Alvorada”, para inauguração da capital, em 1960.
Além do show, os clientes podem conferir as novidades do cardápio do Belle Époque, que agora conta com um novo chef executivo, Andrey Alves, a nova aposta do masterchef Erick Jacquin, consultor de carteirinha do bistrô.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.