Doação de sangue despenca, em Manaus

Até maio deste ano, 24.725 doações foram feitas na Hemoam (foto: reprodução da internet)

As doações de sangue para a Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas (Hemoam) tiveram redução de mais de mil bolsas em 2017. O número de doações registradas pela instituição nesses primeiros cinco meses foi o pior dos últimos três anos, para o período, conforme dados disponíveis no Portal de Informações Governamentais (E-Siga).

Até maio, 24.725 doações foram feitas na instituição. Já no mesmo período de 2016, a fundação tinha obtido 1.092 bolsas a mais, de acordo com o levantamento do E-Siga.

De acordo com a Hemoam, 200 mil pessoas estão cadastradas no sistema de doadores, mas somente 4,5 mil fazem doações com regularidade. Em média, por dia, 163 doações foram efetivadas na Hemoam, neste ano, de acordo com o E-Siga.

Doador de carteirinha há mais de dez anos, o servidor público Theo Ferreira, 32, procura doar pelo menos três vezes por ano. Segundo ele, é raro receber uma ligação da fundação para abastecer o estoque de bolsas. Ele procura estar com a carteira de doação atualizada.

Para o doador, muitas pessoas temem a agulha ou, ainda, possuem preconceitos contra a doação de sangue. “Pra mim, acho que a maior parte é medo. Mas também falta muita informação para a pessoa não dar viagem perdida, informação do que a pessoa precisa para doar”, relatou.

Segundo a Hemoam, entre os requisitos básicos para ser candidato à doação de uma bolsa de sangue está: ter pelo menos 16 anos ou no máximo até 69 anos, sendo que a primeira doação deve ter sido feita antes dos 60 anos; peso igual ou superior a 50 kg; estar alimentado e ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas.

Em novembro do ano passado, a coordenadora do Departamento do Ciclo do Sangue do Hemoam, a hematologista Socorro Viga, informou que a cada dez candidatos a doadores de sangue, dois não conseguem efetivar a doação, por não observarem os requisitos básicos.

Além da boa saúde, conforme a fundação, outras doenças podem ser impedimentos temporários para a doação, como uma gripe. Já outros problemas, como a infecção por hepatite antes dos dez anos, torna o candidato totalmente impossibilitado de participar das doações.

Os postos de coleta funcionam de segunda a sábado, das 7h às 18h, na sede da Hemoam, na Avenida Constantino Nery, Chapada, ou no Posto Avançado de Coleta na Maternidade Estadual Ana Braga, na Alameda Cosme Ferreira. (D24 AM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.