Pedro Elias se entrega à Polícia Federal

Considerado foragido, Pedro Elias se apresentou na sede da unidade da PF, no bairro Dom Pedro, às 6h desta segunda-feira, 1° (foto: reprodução/internet)

ex-secretário de Saúde Pedro Elias se apresentou à Polícia Federal em Manaus na manhã desta segunda-feira (1º). Ele teve a prisão decretada depois que a Justiça acatou, no domingo (31), pedido do Ministério Público Federal para reverter a decisão que libertou ele, outros ex-secretários de governo e o ex-governador do Amazonas José Melo, na última semana.

Eles são acusados de receber cerca de 20 milhões de reais em propina com recursos da saúde. O esquema criminoso foi apontado na Operação Maus Caminhos. De acordo com a Polícia Federal, Pedro Elias não foi localizado no momento em que policiais foram cumprir o mandado de prisão.

A assessoria dele disse que Elias mudou de residência, mas havia comunicado o novo endereço para a Justiça.

Voltaram a ser presos

O ex-governador José de Oliveira Melo;
O irmão do ex-governador e ex-secretário de administração e gestão Antônio Evandro de Oliveira Melo;
Wilson Alecrim, ex-secretário de Saúde;
Afonso Lobo de Moraes, ex-secretário de Fazenda

Segundo informações da Polícia Federal, os mandados foram cumpridos na tarde deste domingo. Pedro Elias se apresentou por volta da 6h na Superintendência do órgão, situada na Zona Centro-Oeste da capital, onde também estão provisoriamente acautelados os outros suspeitos, incluindo o ex-governador.

Reverter liberdade

No pedido enviado à Justiça, o Ministério Público argumentou que a audiência de custódia que resultou na saída de José Melo do Centro de Detenção Provisória Masculino II (CDPM II) ocorreu sem a intimação prévia e sem a presença de representante do MPF.

“Por isso toda a estranheza em se marcar a audiência para as 19h00 (21h00), quando o Agente Ministerial passou manhã e tarde à disposição. Ainda, encontrando-se o custodiado com prisão temporária prorrogada regularmente no dia anterior, dentro do prazo, sequer existiam razões para a realização de audiência de custódia em horário noturno, sem o tempo adequado para intimação do membro do MPF”, afirma trecho do recurso.

(G1 AM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.