Administrando a ineficiência

0
Foto: reprodução da internet

À medida que a inflação recua, fica evidente a ineficiência dos setores cujos preços e tarifas são administrados pelo governo. Enquanto a expectativa para o IPCA é de 4,1% para 2017, e de 4,5% para 2018, os preços administrados devem subir 6,3% neste ano, e 5,4% no próximo.

Dos 23 itens cujo reajuste depende das autoridades, 13 estão a cargo do governo federal, como combustíveis, energia elétrica, telefonia e planos de saúde. Sim, setores com histórico de mau atendimento e que agora também jogam contra o recuo da inflação para níveis civilizados.

 

O Antagonista

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.