Conselheiros do TCE-AM recebem medalhas do Tribunal de Justiça

Além dos conselheiros Yara Lins dos Santos e Ari Moutinho Júnior, foram agraciados na categoria “Grande Mérito”, o vice-governador João Bosco Saraiva e o major-brigadeiro do ar, Waldeísio Campos (foto: divulgação/TCE-AM)

A presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheira Yara Lins dos Santos, e o coordenador-geral da Escola de Contas Públicas (ECP), conselheiro Ari Moutinho Júnior, foram condecorados, na tarde desta quarta-feira (7), com a Medalha do Mérito Judiciário do Amazonas, a mais elevada condecoração do Poder Judiciário no Estado.

 

O reconhecimento foi feito, em solenidade no centro administrativo desembargador José Jesus Ferreira Lopes, no prédio-anexo do TJAM, também outras 13 personalidades do Amazonas, entre elas o vice- governador e secretário de Segurança Pública, João Bosco Saraiva; o comandante da Ala 8 da Força Aérea Brasileira, major-brigadeiro do ar, Waldeísio Ferreira Campos;  e o presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador Wilker Barreto, que tiveram o trabalho reconhecido pelo TJAM em suas respectivas funções em prol do desenvolvimento do Estado.

 

Ao falar aos presentes, o presidente do TJAM, desembargador Flávio Pascarelli afirmou que a entrega das insígnias aos 15 homenageados era o momento em que o Poder Judiciário amazonense fazia um justo reconhecimento do trabalho realizado pelos condecorados em suas funções, sempre em favor do Estado.

 

Em nome colegiado do TJAM, ao parabenizar os agraciados, o desembargador Jorge Lins relembrou a trajetória de todos e ressaltou o legado de cada um, afirmando que eles eram exemplos. “Saibam, senhores, que nenhum esforço empreendido com empenho e perseverança passa em vão. Vocês são exemplos a serem seguidos por essa e pelas futuras gerações”, comentou.

 

Emocionado e em nome dos condecorados, o vice-governador João Bosco Saraiva agradeceu pela indicação unânime de seu nome e dos demais homenageados. Para ele, a medalha concedida pelos membros do Poder Judiciário tem valor inestimável.  “As minhas palavras são de gratidão. Quem leva para casa um distintivo deste, leva muitas considerações. Leva muitas mensagens, leva o diploma eterno de uma Corte respeitada que, diuturnamente, vela pela Justiça do Estado. Leva o reconhecimento e alegria para nossas famílias”, enfatizou.

 

Acompanhada de familiares e do conselheiro Ari Moutinho Júnior, a conselheira-presidente do TCE, Yara Lins dos Santos, agradeceu pelo reconhecimento do TJAM de sua vida pública, com 42 anos de história, e disse que a homenagem era, também, um reconhecimento à atuação dos conselheiros, auditores, procuradores e demais servidores que trabalham na Corte de Contas amazonense. “Sinto-me feliz com a comenda, mas devo reconhecer que ela pertence também a todos que compõem o TCE”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.