Empreendedora encara a ponte aérea Manaus-Florianópolis para participar do Cocreation Lab Mulher

A manauara Gabriela Torres está desenvolvendo uma marca de cosméticos naturais de alta performance com apoio do laboratório de ideação

A empreendedora manauara Gabriela Torres vem encarando a ponte aérea entre Manaus e Florianópolis desde maio. Selecionada para a primeira turma do Cocreation Lab Mulher, com o projeto Ecoestima, ela vem até a Capital catarinense pelo menos uma vez por mês para participar dos encontros presenciais – o programa é híbrido e a maior parte das atividades são realizadas remotamente.

Hoje, no Brasil, existem 9,3 milhões de mulheres à frente de uma empresa, mas o número representa apenas 34% de todos os donos de negócios do país. Para fomentar o empreendedorismo entre as mulheres em áreas como economia criativa, tecnologia e inovação, o Sapiens Parque, SEBRAE/SC e Cocreation Lab criaram uma unidade do laboratório de ideação focado exclusivamente em negócios comandados por mulheres.

Não é só a ponte aérea inusitada que chama a atenção. A história de como Gabriela decidiu empreender também é inspiradora. Advogada, ela atuava na área e pouco antes de completar 30 anos (hoje ela tem 32) foi diagnosticada com uma doença autoimune.

“Houve uma virada de página, mudei diversos hábitos e entrei num processo bem profundo de autoconhecimento. Comecei a perceber que advocacia já não me preenchia e me programei para uma transição de carreira. Fiz meu planejamento financeiro por cerca de dois anos, até que veio a pandemia e decidi pedir exoneração do meu cargo para empreender, mas ainda sem saber muito bem o que seria”, relembra.

Enquanto pesquisava ideias para potenciais negócios, dedicou-se a projetos pessoais. Decidiu visitar um amigo que vivia em Florianópolis e fazer aulas de kitesurf na Ilha. Foi aí que, segundo ela, a mágica começou a acontecer:

“Infelizmente, coincidiu com um período difícil da pandemia aqui em Manaus, as pessoas falavam para eu ficar na Ilha mas eu tinha compromissos por lá e decidi voltar. Mas meu voo foi cancelado e tive que ficar mais uns dias. No trajeto do aeroporto para a casa do meu amigo, olhando as redes sociais, encontrei o Cocreation Lab e me chamou a atenção. Aproveitei para marcar uma reunião com uma cocreator e fui conhecer a unidade do Campeche”.

Quando voltou para Manaus, decidiu se inscrever no programa mesmo sem ter uma ideia fechada de negócio. Apaixonada por cosmetologia e impulsionada pelos novos hábitos saudáveis, decidiu criar um projeto para uma marca de cosméticos naturais de alta performance, a Ecoestima.

A ideia teve de ser validada do zero, com apoio da metodologia exclusiva TXM Business: desde a criação do DNA da marca à análise de mercado e elaboração de um plano de negócios.

“O Cocreation Lab fortalece o processo de ideação de novos empreendimentos inovadores, ajuda a tirar a ideia da cabeça e colocá-la no papel. Esse processo dá mais clareza sobre o negócio e qual caminho tomar para que a ideia tenha sucesso comercial. Nada nos deixa mais felizes do que ver empresas que passaram pelo laboratório tendo sucesso no mercado, e esperamos ver em breve os produtos da Ecoestima nas prateleiras”, finaliza Luiz Salomão Ribas Gomez.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.