​Futuro dos órgãos de controle está associado à sustentabilidade, diz doutor da PUC-RS

0
(foto: divulgação)

Sumidade brasileira no tema sustentabilidade, o pós-doutor e professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul  (PUC/RS), Juarez Freitas afirmou, nesta quarta-feira (14), que futuro dos Tribunais de Contas e dos órgãos de controles brasileiros está intimamente associado à sustentabilidade. Juarez foi um dos palestrantes do Seminário de Gestão Ambiental e Controle de Obras Públicas, realizado pelo Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM).

O evento, com carga horária de 16 horas, reúne representantes de toda a Amazônia Legal, além de membros do Tribunal de Contas da União (TCU), personalidades da área ambiental, estudantes e servidores público.

“Se o sistema de controle estiver atuando de forma integrada, promovendo o desenvolvimento sustentável, com medidas preventivas, uma nova racionalidade da tomada de decisão pública será tomada. O fato é que bom controle, no caso dos Tribunais de Contas, é aquele que favorece o autocontrole dos gestores dos públicos. Só assim, o sistema se justifica no século 21. Se não fizer assim, cairá na irrelevância”, avaliou Juarez Freitas.

Órgãos Públicos despertam para o Novo Controle

De acordo com o especialista, o Estado, como um todo, precisa fazer a opção pela sustentabilidade, de modo que o poder público compreenda que existe para promover o desenvolvimento sustentável.

“Não adianta o crescimento econômico a curto prazo. O futuro está na relação respeitosa e racional com o  meio ambiente. O futuro está nesse Novo Controle, que é um controle que tem a convicção de que o rumo é o desenvolvimento sustentável”, disse​.

Na opinião do professor​, o tema é, talvez, o mais importante do século 21, em virtude das mudanças climáticas, causadas em larga escala pela poluição.

Para Juarez Freitas, hoje existe um forte despertar dos órgãos públicos, como é o caso do TCE-AM, com suas pioneiras auditorias ambientais, e do próprio TCU, que, em 2017, historicamente, determinou que o governo federal adotasse critérios de sustentabilidade em suas contratações e plano de logística sustentável, além de estabelecer índices de acompanhamento de sustentabilidade da gestão pública.

“Reuniões como essas que estão acontecendo aqui são importantes, porque integram e debatem a questão. O TCE-AM é a prova da visão de futuro. Implantou lá atrás, com o apoio do conselheiro Júlio Pinheiro, as auditorias ambientais e vem fazendo sua parte e com grande qualidade. Muitos Tribunais de Contas já estão incorporando os critérios de sustentabilidade relacionados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de 2030 da ONU de 2015 e estão agindo”, comemorou, ao ​relembrar que a espécie humana corre perigo e que está em nossas mãos a responsabilidade de mudar esse quadro, preservando o planeta ao mesmo tempo em que acontecem as inovações tecnológicas.​

Dia D

0

Hoje a diversão, a boa música, a alta gastronomia regional e os AMIGOS

Até quando?

0

Minha gente, Manaus anda “pobre” de eventos ou é impressão minha? Sei que pensarão que o Blog enlouqueceu, mas calma. Me refiro a EVENTOS com organização, respeito e conforto aos frequentadores e não as bagunças-coletivas que são anunciadas todos os dias, principalmente, no reduto do Vieiralves. Alô produtores, mostrem que enriqueceram com dignidade e tratem de melhorar, Manaus MERECE!

Joias caras e ostentação motivam investigação

0

No Brasil pós Lava Jato, o que os policiais federais e o Ministério Público Federal tentam agora é saber quanto os corruptos gastaram com a compra de joias. Para eles, essa seria uma forma de se lavar o dinheiro obtido com o pagamento de propinas. No Rio de Janeiro, os investigadores descobriram que Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo podem ter gasto R$ 7 milhões na compra de joias.

Um anel teria custado R$ 600 mil. A revelação foi feita no Fantástico. Todos os produtos foram pagos em dinheiro. Não há notas fiscais sobre essas compras. O G1 procurou pelos advogados de Adriana Ancelmo. Os defensores da ex-primeira-dama não atenderam as ligações ou retornaram os contatos.

E é claro que deve haver muito mais joias adquiridas com o dinheiro do povo. Mas só no Rio de Janeiro? Claro que não. Oremos mais um pouco!

TCE, MPC e Fundo Manaus Solidária treinarão órgãos que recebem recursos municipais

0
A presidente do FMS e primeiro-dama, Elisabeth Valeiko do Carmo Ribeiro com a presidente do TCE/AM, Yara Lins (foto: divulgação)

Representantes das 32 instituições da capital que recebem transferências voluntárias da Prefeitura de Manaus, por meio do Fundo Manaus Solidária (FMS), serão treinados em workshops realizados na Escola de Contas Públicas, para a prestarem contas de forma correta do dinheiro recebido. Os treinamentos serão oferecidos a partir do mês de abril.

A iniciativa, que segue os preceitos de transparência, está prevista no Termo de Cooperação Técnica assinado, na manhã de hoje, pela presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE), Yara Lins dos Santos, o procurador-geral de Contas, João Barroso, e a presidente do FMS e primeiro-dama, Elisabeth Valeiko do Carmo Ribeiro.

Além dos treinamentos, cursos de prestação de contas e oficinas de cunho pedagógico e social, o termo de cooperação prevê, ainda, o intercâmbio de informações e a cooperação institucional entre as partes, especialmente para a implementação de campanhas solidárias.

“O termo que estamos assinando é muito importante e traz benefícios diretos para a sociedade e para Manaus, uma vez que deixa o processo mais transparente; sem falar que a cooperação institucional colabora para que se aja sempre dentro da legalidade”, comentou a conselheira Yara Lins dos Santos, ao ressaltar que a assinatura é pioneira entre o Executivo e o TCE-AM e vai colaborar diretamente com acompanhamento concomitante realizados pelo Controle Externo do TCE.

Instituições serão convocadas

Segundo o procurador-geral de Contas, João Barroso, que atuou como articulador do Termo de Cooperação, o acordo vai incluir o Tribunal, o MPC e o FMS nas ações solidárias e ainda na capacitação das pessoas que recebem as transferências. Ele informou que o primeiro workshop já acontece no início de do mês de abril e vai depender do chamamento que o FMS deve fazer entre os representantes das instituições.

Ao falar do termo, a presidente do FMS e primeiro-dama do município, Elisabeth Valeiko do Carmo Ribeiro, afirmou que se sentia honrada em assinar o documento, porque a aproximação com o TCE e o MPC, com os treinamentos e aperfeiçoamento da transparência, demonstra que a sociedade confia no Fundo Manaus Solidária e que, por isso, iria apoiar os treinamentos realizados e todas as ações do Tribunal de Contas.

“O Tribunal de Contas vai ensinar a prestar contas corretamente, porque acontecem erros e, quando nós não temos conhecimento, a chance de eles aparecerem é maior. Então, com essa a ajuda, nós teremos transparência e o conhecimento para repassar às 35 instituições”, comentou Elisabeth Valeiko do Carmo Ribeiro.

Presente na solenidade, o procurador-geral do Município de Manaus, Rafael Albuquerque Gomes Oliveira, elogiou a iniciativa da presidente do TCE em propor e assinar o termo. “Para todos nós que lidamos diretamente com órgãos, creio que devemos enaltecer a sua postura junto com a presidente do nosso fundo de conjugar esforços para a boa aplicação e fiscalização dos recursos públicos. Acho que é uma marca da sua gestão, não fiscalizar só as contas, mas acompanhar os órgãos junto aos gestores”, comentou.

O termo de cooperação assinado tem validade de 24 meses.

Cini$mo

0

Já ouve médico preso no Paraná por cobrar cirurgia de um paciente do SUS; essa semana prenderam 3 obstetras em Manaus fazendo o mesmo. Um passarinho verde confidenciou ao Blog que há uma operação grande no ramo no Amazonas, inclusive na area de oncologia! Que seja em caráter de urgência, explorar o desespero de pessoas que não tem condições de pagar o que cobram é DESUMANO!

A falta de escrúpulos em uma profissão que deveria ser a mais HUMANA possível é intolerável. JUSTIÇA JÁ!
A falta de escrúpulos em uma profissão que deveria ser a mais HUMANA possível é intolerável. JUSTIÇA JÁ!

Em Manaus, Testemunha de Jeová não quer o endereço do Salão do Reino no POKÉMON GO

0

O jogo Pokémon Go é febre no mundo inteiro. Pessoas de todas as idades estão encantadas com a interatividade planejada pela Nintendo. O jogo deve ser lançado no Brasil em muito breve e foram disponibilizados os locais onde serão “procurados” os personagens.

Mas Em MANAUS um lugar em especial não agradou. O SALÃO DO REINO DAS TESTEMUNHAS DE JEOVÁ está incluindo no “roteiro de caça” e os fiéis não gostaram.

Resultado? Fizeram uma ocorrência na Polícia Civil. Dizem que o objetivo do jogo é “caçar monstrinhos” que ficam espalhados pela cidade e há notícias de pessoas que já se acidentaram em penhascos e invadiram casas por causa dessa caça considerada por eles bizarra. Eles pedem que a NINTENDO retire o endereço do salão imediatamente do roteiro do POKÉMON GO em Manaus. Que tal?

 

Foto: reprodução da internet

Canal de TV francês afirma que Cristiano Ronaldo é gay e tem um caso

0

A habilidade do craque português Cristiano Ronaldo — e o furor causado por ele nas mulheres — faz do atacante atração constante dos holofotes. Nesta sexta-feira (4), porém, o astro de 30 anos do Real Madrid ganhou destaque após o canal de televisão francês French TV afirmar que ele seria homossexual e teria um relacionamento com um lutador de kickboxing, o marroquino Badr Hari.

O assunto se tornou público durante um programa esportivo na televisão, quando um dos comentaristas, Daniel Riolo, alegou que Cristiano Ronaldo viaja de “três a quatro vezes por semana para Marrocos” para se encontrar com o kickboxer. As palavras do jornalista pegou de surpresa todos os presentes, mas, de acordo com o tabloide britânico Daily Mail, o caso não é novidade para o Real Madrid. O diário afirma que o clube espanhol estaria preocupado com as constantes viagens do português em seu jato particular. As escapadas estariam prejudicando o rendimento do atacante, eleito três vezes o melhor jogador do mundo.

As afirmações ganharam força após o portal de notícias espanhol Extra Confidencial alegar que Cristiano Ronaldo usaria o jato, avaliado em 19 milhões de euros (R$ 78 milhões), para viajar ao Marrocos, perto da capital Rabat, onde mora, seu “amigo íntimo”, o lutador Badr Hari. Fotos dos dois em momentos de lazer, publicadas nas redes sociais pelo jogador, também reforçam as afirmações sobre uma possível relação.

As imagens mostra diversos momentos. Desde um abraço normal entre dois amigos, até uma foto em que Ronaldo surge no colo de Hadi. Na legenda, o jogador brinca com a encenação. “Casados de fresco” (ou recém-casados, em português brasileiro), escreveu no Instagram.

Um possível relacionamento homossexual de Cristiano Ronaldo seria surpreendente. Isso porque o astro tem um passado cercado de mulheres bonitas. De namoros publicamente assumidos a casos temporários, nomes como Merche Romero, Nereida Gallardo, Alessia Tedeschi, Maja Darving e, recentemente, Marisa Mendes. Mas, foi a modelo russa Irina Shayk quem melhor “segurou” o craque português. Ela namorou o gajo durante cinco anos, mas a relação terminou neste ano.

 

Fonte: Correio Braziliense

MP do ensino médio aprovada

0

Após mais de três horas de discussão e obstrução da minoria, o plenário do Senado acaba de aprovar a MP da reforma do ensino médio: 43 votos favoráveis contra 13 contrários.

O jornalismo amazonense perde Vandré Fonseca

0
(foto: Alberto César Araújo)

O jornalista Vandré Fonseca, de 46 anos, às 12h40 deste domingo (17), de parada cardíaca, segundo o médico Renan Ziegler, plantonista da UTI no Prontocord Hospital do Coração, em Manaus.

Vandré Fonseca sofreu um infarto e foi internado na noite do dia 30 de janeiro no Prontocord Hospital do Coração, na zona centro sul de Manaus. Passou por uma cirurgia cardíaca no dia 12 de fevereiro sob o comando do médico Luiz Alberto Saraiva. Durante o procedimento, foi detectada uma calcificação na aorta e em várias artérias do coração.

Ele recebeu uma ponte de safena e uma mamária, mas sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) no pós-operatório, deixando o estado do jornalista irreversível.

Vandré Fonseca era repórter da Amazônia Real. Paulista e formado em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero de São Paulo (em 1996), Vandré atuava na profissão há 23 anos, sendo especializado no jornalismo científico, em saúde e meio ambiente com larga produção para televisão, jornais e sites de notícias relacionados à política, à biodiversidade e à conservação da Amazônia.

O velório será realizado na Funerária Canaã, 1833, na rua Major Gabriel, Centro. O início do velório será às 20h deste domingo.